A sua empresa tem dinheiro a mais em caixa? Humm … algo está errado.

Tem muito dinheiro em caixa?

Se a sua empresa está com muito dinheiro em caixa, algo está (muito) mal e precisa urgentemente resolver essa situação para não ter desagradáveis surpresas. As campaínhas já estão a tocar na Autoridade Tributária.

Conhece o saldo de caixa da sua empresa?

Pergunte ao seu contabilista, é provável que a sua empresa esteja com uma grave doença financeira. É muito comum as micro e pequenas empresas apresentarem saldos elevados em caixa.  Antes de continuar a leitura deste artigo, verifique já como está o seu saldo de caixa.

Agora que já consultou o caixa da sua empresa, ficou preocupado?

É provável que tenha tido uma surpresa com os valores que lá viu.

E, com certeza, perguntou ao seu contabilista:  Onde está todo esse dinheiro?

Não tenha dúvidas, no caixa é impossível ter saldos credores, mas ter muito dinheiro em caixa também é sinónimo que algo está mal. Uma empresa que apresente grandes saldos de caixa, está muito, muito doente, e pode trazer graves problemas para os seus gestores ou administradores.

Isso acontece porquê?

  1. Muito dos nossos empresários são totalmente desorganizados, não têm interesse por nada da contabilidade, não percebem nada de contabilidade e por conseguinte fazem a gestão do seu negócio de forma totalmente caseira.
  2. Uma outra hipótese é a falta de organização administrativa. Nenhuma empresa consegue ter sucesso se não for minimamente organizada, sobretudo na parte financeira. Quando não há organização, os empresários não conseguem controlar os fluxos de caixa e muitos deles fazem movimentos financeiros sem comprovantes de suporte, por exemplo: pagamentos diversos sem recibos das entidades (beneficiárias) e sem qualquer registo de saída de caixa.
  3. Por último e a mais grave no meu entender é a fuga de capitais. Aqui, os empresários recebem dos seus clientes, os valores recebidos vão para o caixa da empresa e em vez de os depositar em bancos, são retirados para as suas contas particulares. Pura asneira.

Não corra riscos

A tecnologia tem ajudado muito o fisco nas suas acções inspectivas. Os ficheiros Saft-Pt são disso exemplo. A mais recente actualização dos Saft’s são as taxonomias. Trata-se de uma codificação para cada conta de movimento da contabilidade e têm como objetivo, obter de forma automática, praticamente toda a informação contabilística das empresas.

Não restam dúvidas, os saldos elevados de caixa vão ser facilmente detectados e quando isso acontecer, o fisco pode ter a seguinte interpretação:

  • Despesas não documentadas;
  • Adiantamento por conta de lucros;
  • Empréstimos aos sócios;
  • Levantamento de suprimentos

Todas estas situações estão sujeitas a impostos.

Organize-se, para bem da saúde financeira do seu negócio

A disciplina, é o grande segredo para manter o seu caixa de boa saúde e o uso de ferramentas eficientes são fundamentais na hora de registar todas as movimentações financeiras (diárias).

Gostou? Deixe-nos a sua opinião

Quer receber mais conteúdos como este?

Registe-se AGORA e leia comodamente no seu email todos os nossos artigos

Faça crescer a sua empresa

Quais as principais diferenças entre ENI e Sociedade unipessoal

No momento de arranque de novos negócios, muitos potenciais empresários têm dúvidas sobre qual a melhor forma jurídica a adoptar…

Mercedes ou bicicleta! Qual prefere para a sua empresa?

Troque o seu Mercedes de trabalho por uma Bicicleta. Além dos óbvios benefícios para a saúde, a sua empresa seguramente…

Fatura Simplificada. Sabe o que é?

Com Decreto-Lei nº 197/2012, em vigor desde Janeiro de 2013, apareceu a fatura simplificada que veio substituir as antigas vendas…

Criar empresa OnLine

Como criar uma empresa online? Vai abrir uma empresa? Pode fazê-lo online, comodamente em sua casa, rápido e com custos…